É preciso aprender a ler e escrever mesmo ja sendo adulto

Vários estudos têm mostrado que é preciso aprender a ler e escrever para se tornar um usuário real da linguagem escrita, aquele que precisa de alfabetização precisa de mais do que um conhecimento rudimentar do código escrito. Ele precisa experimentar um conjunto relativamente amplo de práticas de leitura e escrita, pelo menos aquelas que correspondem aos usos mais comuns dessas habilidades em nossa sociedade.

Conceito na educação de adultos

É certamente muito diferente ler em voz alta da Bíblia na igreja e consultar uma lista de preços em uma loja de ferragens. É diferente escrever uma carta para sua namorada ou orçamento de um pedreiro. Alfabetização em nossa sociedade significa introduzir-se nesta diversidade de práticas de leitura e escrita, significa ser introduzido a esta variedade de textos e não simplesmente a “ABC carta.”

É preciso aproveitar as oportunidades para aprender a ler e escrever, tem alguns excelentes programas de educação de jovens e adultos como o Encceja 2020 e outros espalhados pelo brasil mesmo voluntariados que fazem um excelente trabalho.

É preciso consolidar atitudes favoráveis ao uso da linguagem escrita em diferentes contextos, o interesse em buscar informações, aprender, expandir seu universo comunicativo, novas formas de planejamento e controle da atividade individual ou coletiva.

Leitura é um processo que trás felicidades a jovens e adultos

A leitura está presente em nossas vidas diárias. Cartas e palavras estão presentes nas embalagens de alimentos que consumimos, sinais de trânsito, vitrines, etc. Vivemos em um mundo letrado. No entanto, por estar rodeada de diferentes representações em relação às técnicas presentes na escrita, a alfabetização nessa perspectiva é um desafio que assombra muitos educadores.

Ler e escrever são as formas de linguagem mais avaliadas pela escola. Eles são a base para a avaliação da escola. Ambos implicam um sistema simbólico duplo, porque permitem transcrever um equivalente visual em um equivalente auditivo, ou o oposto.

A leitura envolve uma síntese; surge como um sistema simbólico secundário fundamentado em um primeiro sistema simbólico, linguagem falada, que por sua vez depende da linguagem interior.

Aprender a ler e escrever é difícil mais é preciso

A alfabetização e a leitura são processos distintos que se complementam, antes de aprender a escrever é necessário aprender a ler. Portanto, ambos são importantes para o processo de ensino-aprendizagem de leitura e escrita.

A alfabetização do ponto de vista da alfabetização inclui uma segunda dimensão, a da inserção do aluno nas práticas de leitura e escrita. Tal dimensão pode assegurar que as crianças, os jovens e os adultos no campo possam fazer uso real da leitura e da escrita nas suas vidas diárias em diferentes situações políticas e sociais.

É preciso buscar novas formas, principalmente quando chega as datas e fazer provas buscando ser aprovado e seguir diante nos estudos, por isso o simulado Encceja 2020 é uma importante ferramenta de leitura e escrita no aprendizado de jovens e adultos.

No decorrer do processo de alfabetização, é essencial que as crianças entrem em contato com, manipulem, usem e criem textos diferentes que circulem em sua comunidade de forma não simulada e façam sentido para elas.

Historia de superação que emocionam

Durante o dia, aqueles que freqüentam as aulas são alunos do 1º ao 5º ano. Com uma história tão inspiradora, Dona Normália foi convidada pela diretora da escola para conversar com os pequenos alunos. Durante a conversa, a aposentada contou sobre sua origem, a dificuldade de não ser capaz de ler ao longo de sua vida e como tudo mudou depois de aprender.

A palestra foi de curta duração, mas foi o suficiente para que as crianças entendessem que estudar faz toda a diferença e até mesmo mudar o pensamento de seus pais. O estudante Hiato de Azevedo Ribeiro Pinto, 8 anos, do 3º ano, voltou para casa animado após a conversa e questionou sua mãe. “Ele veio dizendo que uma senhora de 70 anos tinha voltado para a escola e me perguntou por que eu parei.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*