Bolsonaro quer o fim do seguro Dpvat

Todas as vítimas de um acidente causado por um veículo a motor em vistos públicos e seguros foi uma forma de compensar muitos brasileiros que foram vítimas de acidentes ou sua carga em terra – de motorista a passageiros para pedestres, ou seus beneficiários, em caso de morte de a pessoa ferida – eles têm direito a receber uma indemnização do DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causado por Veículos).

Indenizações são pagas individualmente e não dependem da constatação dos culpados. Mesmo que o veículo que causou o acidente não esteja atualizado com o pagamento do DPVAT ou não possa ser identificado, cada vítima tem direito a indenização.

Seguradora líder

Segundo a Seguradora Líder, gerente do sistema, o seguro compulsório é a única garantia de reparação para vítimas de acidentes de carro, especialmente para os pobres, já que apenas 20% da frota brasileira tem seguro privado. O Executivo Federal, por outro lado, sustenta que o INSS garante auxílios por invalidez e morte, enquanto o Sistema Único de Saúde (SUS) presta o atendimento hospitalar necessário aos feridos.

Muitas pessoas se perguntam não seria melhor ter optado pelo fim do imposto do IPVA 2020, pois somente atingiria o governo federal, estados e cidades, sem atingir o SUS.

Para o advogado especializado, outra reflexão será que as partes responsáveis pelos acidentes terão de arcar com os custos totais dos acidentes de trânsito. “No modelo atual com dpvat, o seguro foi recolhido pelo Estado, que pagou aos feridos e vítimas. Isso nunca impediu os culpados de pagar compensação e custos, mas esses valores foram compensados pelos recursos obtidos via DPVAT”, observa Mascarenhas.

Com a nova medida o SUS perde em Investimentos

A contradição do discurso do governo que fala ao mesmo tempo de quebrar um monopólio, com o fim do seguro compulsório e liberdade para as pessoas a escolher suas próprias seguradoras, vai contra o próprio argumento de que o governo afirma que o a população mais baixa é protegida pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e pelo Benefício Contínuo (BPC) em casos de incapacidade.

De acordo com Susep, a ação está em consonância com a Lei de Liberdade Econômica, que estabelece garantias de livre mercado e escolha para a população. “Com o desenvolvimento da indústria de seguros e as medidas que estão sendo implementadas pela Susep, espera-se que o próprio mercado forneça cobertura adequada para proteger os proprietários de veículos, passageiros e pedestres, como responsabilidade opcional e pessoal seguro de acidentes. “, informa a nota.

O seguro DPVAT e a politica

O gerente da DPVAT, Seguradora Líder, é formado por um consórcio de 73 empresas, entre elas Mapfre, Porto Seguro e Caixa e Bradesco, por exemplo.
O fim do DPVAT foi feito por Medida Provisória, ou seja, tem a força da lei a partir de sua edição. A nova regra deve ser votada pelo Congresso, que pode modificá-la dentro de 120 dias.

A divergência dentro do PSL ficou evidente depois que Bolsonaro comentou a um de seus apoiadores que o presidente do partido foi “queimado no inferno.”
Na semana seguinte, a Polícia Federal lançou uma operação que visava o deputado federal e estava buscando provas em um inquérito sobre as candidaturas de laranjas no partido, em um caso revelado pela Folha de S.Paulo em fevereiro.

Sobre fraudes no sistema Dpvat

Se olharmos esta segunda lupa, tão certa quanto óbvio, que concluiremos que esta medida se revela imprópria ou injustificável, no entanto, a gestão do DPVAT – um consórcio de seguradoras liderado pela Seguradora Líder, envolve bilionário números coletados por meio do Pagamento do Seguro Compulsório pago pelos milhões de proprietários de veículos motorizados no Brasil e também nos estados como exemplo do IPVA 2020 RJ que tem uma arrecadação super alta.

O especialista também considera que a falta de pagamento de indenização equivale às vítimas, bem como a suspensão das transferências para o Sistema Único de Saúde (SUS) tende a causar danos sociais consideráveis.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*